Vereador pede manutenção de ponte para evitar isolamento de Comunidades

Moradores da Comunidade República, em Campo Maior estão preocupados com a aproximação do período chuvoso. Os moradores temem ficar isolados do resto da cidade. Isso porque, a ponte de madeira, que passa sobre o rio Surubim e que fazem parte da malha viária vicinal está em péssimas condições e ameaça cair.

DSCF9881

O Vereador Luís Lima acompanhado do Controlador Geral do Município, Albinos Lopes visitou o local na tarde desta segunda-feira (23), e constataram a precariedade da ponte, que não passa por manutenção a mais de cinco anos.

DSCF9861

“Esta é uma solicitação da comunidade e vamos levar ao Prefeito Ribinha, que sempre nos atendeu para que ele tome as devidas providências, pois essa é uma situação de urgência, porque logo vem o período chuvoso e se não for feito o reparo na ponte antes de começarem as chuvas, as comunidades ficarão isoladas”, disse o vereador.

Francisco Barbosa, que mora na Localidade República a mais de 10 anos explica que os próprios moradores já tentaram melhorar a situação da ponte, mas de nada adiantou. “A ponte estar toda torta, não tem mais varanda, a madeira estar quebrada, alguns moradores colocaram um suporte utilizando um macaco, na esperança de que fosse melhorar, mas não ajudou em nada, até para passar a pé é perigoso, no momento estamos passando por um desvio, que serve apenas nesse período, quando começarem as chuvas não tem como passar, porque o rio fica cheio, nosso medo é ficar isolado, nem as crianças vão estudar, não tem como o ônibus passar”, lamentou Francisco.

Além da Comunidade República, a ponte serve de acesso para as localidades: Coelho, Barra das Pombas, São José, Santa Rosa, Mandubé, Croatá e outras.

Já na comunidade Pau Dàrco a situação é diferente, a ponte feita de cimento e inaugurada na gestão passada, está em perfeitas condições, precisando apenas de piçarra para concertar um estrago causado no período chuvoso, próximo a entrada da ponte.

DSCF9829DSCF9817DSCF9857DSCF9875DSCF9869 DSCF9882DSCF9873

 

Edição: Silvana Moraes

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *