SETEMBRO AMARELO: Campanha alerta para valorização da vida

O suicídio, antes visto como tabu, é um problema que tem sido cada vez mais discutido no Brasil. Já é consenso entre os profissionais de saúde que sua prevenção é possível, e é com este entendimento que a Prefeitura de Campo Maior através da Secretaria Municipal de Saúde promovem uma série de atividades em alusão a campanha Setembro Amarelo, bem como ao Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, lembrado no próximo dia 10 de setembro.

1732

 

Na manhã dessa terça-feira 5/9, o prefeito Professor Ribinha, juntamente com o secretário municipal de saúde, Marcelo Miranda e o vereador Manim Pereira, participaram da abertura da campanha Setembro Amarelo. O evento foi realizado na moderna UBS do Bairro São Luís /São João.

Em sua fala o prefeito Professor Ribinha lamentou as estatísticas em relação ao suicídio no município e destacou a importância do trabalho preventivo desenvolvido pelos profissionais da saúde.

“Os números em relação ao suicídio em nosso município assustam, mas nós sabemos que o trabalho preventivo é muito importante, principalmente quando se trata de saúde pública. E para que nosso trabalho tenha um efeito positivo é preciso também o envolvimento da família no sentido de estarmos trabalhando a valorização pela vida com o propósito de diminuirmos esses índices de suicídio em nossa cidade”, destacou Professor Ribinha.

1800

Segundo o secretário municipal de Saúde, Marcelo Miranda, uma extensa programação irá acontecer durante o mês, alertando a sociedade a lidar com casos de suicídio.

“É lamentável vermos pessoas e principalmente nossos jovens tirarem a vida, o suicídio é um problema delicado, por isso, estamos trabalhando com o objetivo de diminuirmos os dados que têm crescido muito nos últimos anos em Campo Maior.

1764

 

O Setembro Amarelo é um movimento mundial para conscientização sobre a realidade do suicídio e mostrar que existe prevenção em mais de 90% dos casos. Ações como essa buscam conscientizar a população sobre esse problema que não é mais visto como um tabu”, destacou Marcelo Miranda.

1789

DADOS

Segundo o Ministério da Saúde, a cada 40 min acontece um suicídio no país. De cada suicídio, de seis a 10 outras pessoas são diretamente impactadas, sofrendo consequências difíceis de serem reparadas.

NÚMEROS EM CAMPO MAIOR

Em 2016 foram registrados 06 casos de suicídio
Em 2017, até o momento, já foram registrados 08 casos de suicídio

TENTATIVAS DE SUICÍDIO EM CAMPO MAIOR EM 2017

De janeiro a agosto de 2017 já foram registrados 47 casos de tentativa de suicídio em Campo Maior.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *