Professores iniciam greve na Uespi por tempo indeterminado

Professores da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) deflagraram greve por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira (18). Os docentes reivindicam, entre outros pontos, o cumprimento do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) da categoria, reposição de perdas salariais e a realização de um novo concurso.

“Nossa lei já diz que a gente tem que ter 1.700 professores. Nós temos hoje só 1.100, ou seja, um déficit de 600. Portanto, o concurso tem que ser imediato”, disse Antônio Dias, coordenador de Comunicação da Associação de Docentes da Universidade Estadual do Piauí (ADCESP).

A categoria aponta ainda problemas relacionados a suspensão de monitorias, cancelamento de editais para bolsas de pesquisas e demissão de terceirizados.

Por meio de nota, a Universidade Estadual do Piauí, informou que já foi notificada oficialmente e que a administração superior prontamente entrou em contato com o Governo do Estado com a finalidade de agilizar os encaminhamentos.

“A instituição acha legítima as reivindicações da categoria, ao tempo em que entende a atual situação financeira do estado, reforça ainda que está empenhada em contribuir com a mediação entre a Associação de Docentes da Uespi(ADCESP) e o Governo do Estado”, informou a nota.

O período letivo na Uespi iniciou há apenas uma semana.

Fonte: cidadeverde

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *