Prefeitura intensifica buscas por animais em vias públicas e pede colaboração da população

A Prefeitura de Campo Maior por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e o Serviço de Correição está intensificando as buscas por animais soltos nas ruas da cidade. A medida foi tomada após reunião do secretário da pasta, Airton Matos com a equipe do Serviço de Correição, na quarta- feira (07/11). O é objetivo evitar que os animais espalhem lixos, transmitam doenças e provoquem acidentes nas vias públicas. A ação ocorre durante todo o dia, mas principalmente à noite quando os animais saem às ruas a procura de alimentos.

O Secretário explica “que os trabalhos vinham acontecendo dentro da normalidade, mas que está sendo intensificado devido ao período seco, que é bastante propício para o surgimento de animais na zona urbana, um dos motivos, é a falta de pastagem na zona rural e como no centro existem vários açudes, os animais tendem a procurar esses lugares que são mais úmidos e ricos em vegetação”.

Devido à falta de pastagem é comum nesse período os proprietários soltarem seus animais principalmente no turno da noite, a ação acaba causando transtornos e muitas vezes prejuízos irreparáveis como acidentes com vítimas fatais, envolvendo quem mora ou trafega pela cidade.

Na perspectiva de prevenir os munícipes de qualquer tipo de transtorno, o Secretário pede a colaboração dos criadores no sentido de evitar soltar os animais, e que a população possa continuar ajudando na fiscalização e efetue as denúncias pelo número (86) 99402-8346 quando necessário, que imediatamente uma equipe da correição será deslocada para fazer a captura dos bichos.

cb61a8df-086d-4977-8fcf-15d7c41ee540690da3b7-3c9f-4278-b1fc-4f8ce7f19b1d

O animal apreendido é mantido na correição, localizada no Bairro Parque Estrela, onde recebe água e alimento até que seu proprietário seja identificado, faça o resgate e seja orientado a manter o animal em local adequado e afastado do centro da cidade.

 

Por Silvana Moraes

Fotos: Ivan Rodrigues

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *