Prefeito de Teresina defende Ciro e diz que ele sofre perseguição por ser nordestino

O prefeito Firmino Filho (PSDB) saiu em defesa do senador Ciro Nogueira (PP). Aliados políticos, o tucano afirma que o progressista é vítima de xenofobia.

A declaração foi dada após operação da Polícia Federal que fez busca e apreensão no gabinete do senador em Brasília e na casa dele em Teresina. Ciro é acusado de obstrução da Justiça.

Para o tucano, a política nacional não aceita o sucesso de um nordestino. “Quem conhece o cenário político nacional sabe que um nordestino para chegar a ser um dos grandes participantes da política nacional, um grande líder, vai estar sujeito a pancadas e críticas, armadilhas e até processo de vingança que podem por ventura acontecer. O Ciro é um grande político nacional”, afirmou.

Firmino destaca a importância de Ciro para a liberação de recursos federais para o Piauí. Segundo ele, sem Ciro o Piauí volta a ter fragilidade na representação política.

“Acredito que a presença dele destaca a política do Piauí e traz benefícios concretos para a população. Sem a presença dele no cenário nacional, ele voltaria a sua fragilidade de representação política”, disse.

O prefeito afirma que o Piauí deve torcer para que tudo se esclareça e seja provada a inocência de um político do Estado de destaque. “Temos que torcer para que tudo se esclareça. Um grande político nosso consiga manter o seu sucesso”, afirmou.

Ele lembrou que Ciro prometeu renunciar caso alguma prova seja revelada pela Polícia Federal.

“Que a Justiça possa ser exercida. É importante que sejam exercidos os direitos de defesa das pessoas que por ventura sejam acusadas. Ciro já disse de forma bastante clara que se mostrarem alguma prova, que ele renunciaria. Ele tem muita tranquilidade com relação a isso. Seus amigos sabem disso. Sabem da sua postura firme com relação a esse momento”, disse.

Fonte: cidadeverde.com
Imagem: reprodução

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *