Piauí: Defesa de suspeito da Chacina de São Miguel tenta provar insanidade mental.

A defesa de Clewilson Vieira Matias, o Chiê, 35 anos, tenta provar por meio de laudos médicos que o homem sofre de problemas psicológicos e sofreu um surto no dia 31 de outubro. Na data, conforme processo instaurado contra Chiê, ele teria matado cinco pessoas no município de São Miguel do Tapuio (227 km de Teresina). Ele realizou hoje (27) a primeira consulta médica.

A Tv Cidade Verde apurou que médicos do hospital psiquiátrico Areolino de Abreu receberam o suspeito na manhã de hoje e fizeram questionamentos quanto a um suposto remédio controlado que Chiê disse tomar antes do período do crime.

Em vídeo exclusivo obtido pela Tv Cidade Verde, ele diz ter parado de consumir o remédio porque sentia muito sono. O médico, no entanto, rebate no vídeo a afirmação e diz que a substância mencionada por Chiê não causava sonolência.

No dia do crime, a afirmação da defesa é de que Clewilson teria feito consumo de álcool e substâncias ilícitas, provocando assim um surto psicótico. Dessa forma, a afirmação é de que ele não tinha consciência mental do que estava fazendo.

clew6_thumb

O capitão Dênio Marinho, diretor da Casa de Custódia, informou que o detento nunca apresentou comportamento atípico na penitenciária. Ele está detido no pavilhão D, destinado a presos de alta periculosidade.

“Ele nunca apresentou mudança de comportamento, sempre teve comportamento normal. Imaginamos que fôssemos ter problemas com ele, mas nunca tivemos”, afirmou.

O processo no momento encontra-se em etapa de instrução e está parado, aguardando o laudo médico quanto à sanidade mental de Clewilson. Ele pode então ser internado ou ser encaminhado ao sistema carcerário.

Os médicos do hospital Areolino de Abreu informaram que devido à situação do processo ser mantida em segredo de justiça, o laudo seguirá direto para São Miguel do Tapuio e que o resultado não poderá ser divulgado.
foto e fonte: Cidadeverde.com

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *