Dupla é presa suspeita aplicar golpe do bilhete premiado em mais de 300 pessoas em Teresina

Policiais do 1º Distrito Policial de Teresina prenderam ontem, dia 1º, dois homens identificados como: Douglas Barros Borbas e Mateus Carvalho da Silva. A dupla foi presa em flagrantes ao fazer saques dentro da agência do Banco do Brasil na Avenida Frei Serafim, centro da Capital.

Os dois são acusados de aplicar, o golpe do bilhete premiado em mais de 300 pessoas em Teresina, policiais contam que no momento da prisão eles estavam de posse de dois cartões e acompanhando uma idosa de 68 anos.

A delegada do Idoso, Daniela Barros, disse que além do bilhete premiado, a quadrilha também realiza troca de cartões.
Segundo a polícia a quadrilha do bilhete premiado atua nos Estados do Piauí, Maranhão e Ceará. As vítimas amargam um prejuízo que chegam de R$ 5 mil e até R$ 10 mil.

A polícia explica que eles agem da seguinte forma: uma pessoa – dentro do bando – é escolhida para abordar uma idosa. Geralmente, a vítima é mulher. A pessoa conta que ganhou na loteria e mostra os mesmos números da mega sena ou Quina. Então, ele começa a se queixar que poderá perder o dinheiro do prêmio porque não tem como abrir uma conta no banco. O falsário investe ainda mais, e pede para a pessoa o número da conta e garante que dividirá o prêmio de R$ 1 milhão. Para convencê-lo, o criminoso chega a depositar R$ 5 mil, mas depois retira da conta, iludindo a vítima e retirando todo o dinheiro da conta da idosa.
O delegado Luciano Alcântara informou que a polícia usou imagens do circuito interno de TV do banco para localizar os suspeitos no interior da agência.

c4f3b28e4ba19287caeaaf17d61447f6

As pessoas vítimas do bando devem procurar a Delegacia do Idoso. Todas as informações serão preservadas.

Por Silvana Moraes

Informações: cidadeverde

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *