Carnaúba é eleita árvore símbolo do Piauí com 49% dos votos

Chegou ao fim a votação para escolher a árvore símbolo do estado do Piauí e a Carnaúba foi a mais votada pelo público.

A enquete foi proposta pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Semar), em parceria com a Uespi, e contou com quase treze mil participações.A árvore foi escolhida com 49,1% dos votos, enquanto o Ipê Amarelo ficou com 37,4%, o Bacuri com 10,4% e o Jatobá com 3,1%. A Carnaúba será decretada como árvore símbolo do estado pelo governador Wellington Dias, no Dia Nacional da Árvore, comemorado em 21 de setembro.

Sobre o processo de escolha, o pró-reitor da Prex/Uespi, Raimundo Dutra, destaca que as quatro árvores tinham potencial para representar o estado.

“As quatro tinham justificativa dentro dos critérios estabelecidos pela comissão técnica, como identificação cultural, ocorrência no território e influência na economia. Essa consulta foi realizada para tornar o processo mais participativo, de forma que o povo do Piauí pudesse dizer o que pensa sobre isso, e o que vimos foi uma mobilização muito grande, com quase 13 mil votos”, analisa Dutra.

“A carnaúba, que foi a árvore eleita, será oficialmente, a partir do dia 21 de setembro, a árvore símbolo do estado. Ela ocorre em todo o território piauiense, e é uma árvore que tem influência bastante significativa na economia do povo do Piauí, a população se identifica com ela, e dela tudo se extrai, da raiz ao olho. Existem inúmeras famílias no estado que têm seu sustento com base no extrativismo da carnaúba, e com certeza vai simbolizar muito bem o nosso estado”, acrescenta o pró-reitor.

A presidente da comissão responsável por estabelecer os critérios, profª drª Roselis Machado, da Uespi, também comentou a respeito da árvore escolhida, ressaltando que, além do valor para a economia familiar, a planta também é usada em larga escala na indústria do estado.

“A carnaúba tem um valor enorme para o nosso estado, não só histórico, já que acompanha o desenvolvimento do território piauiense desde a época que o estado começou a surgir, como também valor econômico, tanto para a economia familiar como para associações, que comercializam produtos derivados da árvore, como também para a indústria, já que a carnaúba tem sido muito utilizada para a produção de grandes quantidades de seus derivados e tem alavancado muito a economia do nosso estado”, finaliza Roselis.

A planta também tem grande potencial paisagístico e é usada na arborização de várias cidades no Piauí.

Carnaúba

A Carnaúba (Copernicia prunifera) é nativa do Brasil e está mais presente nas regiões norte, principalmente em Tocantins, centro-oeste, em Mato Grosso, e em todos os estados do nordeste. Ela é uma planta perene, heliófila com um tronco simples, ereto, com numerosas folhas no seu topo. Suas folhas são em forma de leque, palmadas, cor cinza-esverdeada e cerosa na face inferior.

A planta é usada na arborização e paisagismo e em construções. Ela também é uma das principais plantas responsáveis pelo fornecimento de cera. No Nordeste, principalmente no Piauí, a Carnaúba é usada na arborização urbana e no paisagismo de praças e jardins. Suas folhas são usadas na cobertura de casas e barracas de praia, a cera também é extraída das folhas. Enquanto que a madeira é usada nas construções rurais.

ASCOM / UESPI

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *