Briga por terra entre parentes termina em morte na zona rural de Campo Maior

Uma briga entre parentes, por causa de terra na Comunidade Conceição II, próximo a Fazendinha, resultou na morte Luís Alves do Vale, 36 anos; assassinado pelo próprio primo Antônio Custódio do Vale, de 58 anos. O irmão da vítima, Júlio Alves do Vale, também foi atingido por golpes de faca. A confusão envolveu cinco pessoas da mesma família.

Segundo o major Etevaldo Silva, comandante da PM em Campo Maior, Antônio Custódio é o principal acusado de aplicar as facadas que matou Luís Alves do Vale e de ferir Júlio Alves.

Também são acusados de participar do crime, o irmão Luís Custódio do Vale e o sobrinho Antônio José Silva do Vale. Antônio Custódio também ficou ferido após a briga e está internado no Hospital Regional de Campo Maior.

De acordo com o major Etevaldo, o motivo da confusão seria a disputa por terra de herança. “A briga começou quando um dos parentes levou um técnico em topografia para fazer a medição das terras. Eles se desentenderam e como estavam armados com pedaços de madeira, foice e faca iniciaram as agressões físicas”. “Um dos acusados foi levado para a Delegacia Regional de Polícia de Campo Maior para os procedimentos legais”, disse Etevaldo Silva.

Luís Custódio é o único dos acusados que foi levado pela PM para a Delegacia Regional de Campo Maior. Os demais responsáveis pelo crime estão sob cuidados médicos.

M 1 M 2

 

Imagens: Emfoco

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *