Bancários deflagram greve por tempo indeterminado

A greve dos bancários inicia amanhã (06), após assembleia geral realizada na última sexta-feira (02) que decidiu pela paralisação  dos trabalhos. Segundo o presidente do Sindicato do Bancários do Piauí, Arimatéia Passos, a decisão foi tomada por não ter dito acordo da categoria com o sindicato patronal.

Dentre as principais reivindicações, o presidente do Sindicato destacou três pontos primordiais. O primeiro seria com relação à contratação de novos funcionários, vez que a quantidade atual não é suficiente para atender à demanda das agências. De acordo com ele, o Piauí possui aproximadamente 6.500 bancários, sendo que seria preciso, pelo menos, mais 200 novos profissionais.

A classe também reivindica pelo aumento salarial de 5%, além de melhorias na saúde e segurança. “Nós temos uma jornada de trabalho muito cansativa, com ambientes insalubres e isso nos prejudica muito. É preciso que os bancários reconheçam os esforços dos trabalhadores para que tenhamos uma melhor qualidade de vida”, falou. Com relação à segurança, Arimatéa Passos frisou que é preciso oferecer medidas que garantam a integridade dos trabalhadores e clientes, como portas-giratórias, câmeras de segurança, entre outros.

Agencia-Brasil111011_RNA1027

Estarão funcionando apenas os caixas eletrônicos 24h e os consumidores devem buscar casas lotéricas, bancos postais (Correios) e postos conveniados. A greve dos bancários ocorre em todo o território nacional e segue por tempo indeterminado, ou até que o sindicato patronal apresente uma proposta que possa condizer com as reivindicações dos trabalhadores. Até o momento a Febraban (Federação Nacional dos Bancos) não se posicionou sobre a greve nem sobre novas negociações.

 

O Dia

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *