Após sete dias escondido na mata suspeito de assalto passa mal e se entrega à polícia

Preso o último suspeito de integrar uma quadrilha interestadual especializada em roubos a instituições financeiras. O investigado alegou fortes dores no estômago em decorrência de uma úlcera e resolveu se entregar após uma semana escondido no matagal. Para se manter sete dias escondido, o suspeito teria coagido uma família na zona rural da cidade de Buriti do Montes, a 250 km da Capital, para conseguir um ponto de apoio.

“Ele alegou uma úlcera e resolveu se entregar. De toda forma, o cerco já estava feito pela polícia e não havia como fugir. Nossas equipes estavam de prontidão aguardando ele se render. Por conta do estado de saúde era impossível sua prosseguir fuga”, explica major Etevaldo Alves, comandante do 15º BPM.

A prisão foi efetuada na manhã desta terça-feira (01) por policiais militares do 15º Batalhão da Polícia Militar, no município de Buriti dos Montes, ao Norte do Estado. O investigado ainda não teve a identidade confirmada.

a9abdf4d50666b2d662dc78607b1c791

“Essa quadrilha foi desbaratada em Campo Maior no último dia 24. O preso de hoje é o quinto suspeito. Ele estava escondido na mata. Para beber, recorria a riachos na região e, literalmente, fez uma família de refém para ter acesso à casa e conseguir recarregar o celular para ter contato com os outros suspeitos. A família não disse nada com medo”, finaliza o major.

Durante levantamento, o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) descobriu que a organização criminosa pretendia atacar instituições financeiras e cada membro do grupo pretendia fugir do Piauí com R$ 1 milhão.

quadrilhacm3 (1) quadrilhacmok1 quadrilhacmok11 quadrilhacmok12

informações: cidadeverde

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *